Evangelho de Domingo Marcos 4, 26-34

A Semente do Reino

A PALAVRA – Evangelho: Marcos 4, 26-34

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo, segundo Marcos – Naquele tempo, 26Dizia também: O Reino de Deus é como um homem que lança a semente à terra. 27Dorme, levanta-se, de noite e de dia, e a semente brota e cresce, sem ele o perceber. 28Pois a terra por si mesma produz, primeiro a planta, depois a espiga e, por último, o grão abundante na espiga. 29Quando o fruto amadurece, ele mete-lhe a foice, porque é chegada a colheita. 30Dizia ele: A quem compararemos o Reino de Deus? Ou com que parábola o representaremos? 31É como o grão de mostarda que, quando é semeado, é a menor de todas as sementes. 32Mas, depois de semeado, cresce, torna-se maior que todas as hortaliças e estende de tal modo os seus ramos, que as aves do céu podem abrigar-se à sua sombra. 33Era por meio de numerosas parábolas desse gênero que ele lhes anunciava a palavra, conforme eram capazes de compreender. 34E não lhes falava, a não ser em parábolas; a sós, porém, explicava tudo a seus discípulos. – Palavra da salvação.

A MENSAGEM

A missão de Jesus é portadora do Reino de Deus e da transformação que Le provoca. Uma vez iniciada, a ação de Jesus cresce e produz fruto de maneira imprevisível e irresistível.

Diante das estruturas e ações deste mundo, a atividade de Jesus e daqueles que o seguem parece impotente, e mesmo ridícula. Mas ela crescerá, até atingir o mundo inteiro.

O ambiente rural da Palestina ofereceu a Jesus muitas imagens para seus ensinamentos. A semente serviu de metáfora do Reino, agindo no mundo. Por uma lado, como a semente, o Reino tem um dinamismo que independe das preocupações humanas. Ele “germina e cresce, sem que se se saiba como”, produzindo frutos para além do controle humano. As pessoas podem, até mesmo, desconhecer como o Reino atua em seu íntimo, movendo-as a fazer o bem e a perdoar; não sabem por que são capazes de fazer o bem. Não importa! Importante é a ação do Reino em seu coração.

Por outro lado, como um grãozinho de mostarda, o Reino vai crescendo e se difundindo. A pequenez torna-se grandeza. O escondido vai-se manifestando. O imperceptível torna-se percebido. Porém, com os valores do Reino e não com os valores mundanos. Senhor Jesus, que a semente do Reino plantado no coração do homem dê muitos frutos de bondade e de solidariedade. (Jaldemir Vitório, SJ – Paulus – p.235)