Encontro prepara lideranças para atuação da Infância e Adolescência Missionária de MS

Aconteceu de 24 a 26 de fevereiro/2012, no Instituto Teológico João Paulo II (Campo Grande/MS), um encontro de lideranças diocesanas para a Infância e Adolescência Missionária – IAM, do Mato Grosso do Sul, sob assessoria de padre André Luiz de Negreiros, Secretário Nacional da Infância e Adolescência Missionária – IAM.

“O encontro é para falar a respeito de como são os grupos hoje, o que pode ser feito e que mudanças se pretende para a missão com as crianças e adolescentes”, confirma a participante Antônia Queiroz, coordenadora da IAM, na Paróquia Sagrado Coração de Jesus (Campo Grande).

Rosângela Urt, coordenadora do Conselho Missionário Regional – COMIRE Regional Oeste 1 da CNBB, disse que vem de Corumbá para esse tipo de atividade em Campo Grande há quatro encontros. Diz ser uma ótima maneira de ver e analisar a realidade, trocar experiência e proporcionar a formação necessária para as lideranças atuarem em suas localidades.

O assessor, padre André, apresentou a metodologia para se elaborar plano de formação missionária, com ênfase nos diversos tipos de realidade e de público que devem ser considerados e incluídos. “Surgem agora as crianças que estão sendo alfabetizadas entre os três e seis anos. Outra realidade é o grupo da fase entre sete e nove anos que não estão na catequese. Outro grupo são os que estão na catequese e depois os pré-adolescentes que o assessor e a liderança deve saber lidar com a transição entre infância e juventude”, elencou o secretário.

Sobre o estuda da realidade, citou facilidade de acesso à internet, seja em casa, em uma lan house ou nos celulares. “Muitas crianças são vítimas de uma erotização precoce nas vestes, na música, no comportamento. São vítimas do consumismo desenfreado, da obesidade pela falta de educação alimentar em que muitos culpam o governo ou fazem regimes forçados que acabam em outros problemas. É precisamos deixar de impor a participação e o uso de material pela idade X ou Y e incluir a todos com planos de formação missionária que se resuma à Escola de Jesus. É a Santa Infância de Jesus para tornar Jesus querido e amado”, explicou André.

Com a metodologia e as pistas de construção de um plano de formação, os participantes fizeram grupos de trabalho para serem apresentados e depois reestruturados em conjunto. No grupo, estavam representantes das cidades de Campo Grande, Corumbá e Dourados, faltando as dioceses de Coxim, Três Lagoas, Naviraí e Jardim.

O encerramento do encontro, neste domingo, 26, precede à Solenidade de Abertura da Campanha da Fraternidade 2012 da arquidiocese de Campo Grande, realizada no Ginásio Dom Bosco, sob a presidência do arcebispo dom Dimas Lara Barbosa.

Fonte: Comunicação COMIRE Oeste 1