Como Organizar o SAV Paroquial

Serviço de Animação Vocacional

Como organizar o Serviço de Animação Vocacional paroquial (SAV)

A pastoral vocacional está presente na diocese, como um serviço em favor de todas as vocações: presbiterais, religiosas e leigas. É uma evangelização em torno do chamado que Deus faz a todos, visando o seguimento de Jesus num caminho de realização humana e cristã. É, portanto, um serviço que visa despertar, discernir, cultivar e acompanhar o chamado divino, que se fundamenta no Batismo, fonte de todas as vocações.

A pastoral vocacional é uma ação evangelizadora cujo objetivo é suscitar em todos ardor e coragem na missão de evangelizar. Na igreja particular, deve ser entendida como comunhão de vocações, carismas e ministérios nas diferentes tarefas e responsabilidades específicas.

A meta ainda uma atividade organizada e orgânica, com a mesma e fundamental dignidade de qualquer pastoral. Insere-se de modo orgânico na pastoral de conjunto: não é, portanto, uma atividade separada: ocupa-se de forma específica das vocações consagradas; não é, portanto, uma atividade genérica: interessa-se por  todas as vocações consagradas; não é, portanto, uma atividade unilateral: dedica-se ao problema fundamental da Igreja. Não é, portanto, uma atividade.

A pastoral vocacional se entende como o serviço a cada pessoa a fim de que ela possa descobrir o caminho para a realização de um projeto de vida tal como Deus o quer e como o mundo de hoje necessita. A responsabilidade desta pastoral é, sobretudo, despertar para a vocação humana, cristã e eclesial; discernir os sinais indicadores do chamado de Deus; cultivar os germes de vocação e acompanhar o processo de opção vocacional consciente e livre.

O trabalho vocacional é assumido por uma equipe vocacional, com a participação dos animadores que atuam na diocese. Ela se constitui na consciência da vocação específica: cultiva, protege e acompanha.

Cabe ao animador vocacional da paróquia e da diocese, um cuidado todo particular e especial, em relação às vocações para o sacerdócio e à vida consagrada. Ele organiza, junto com a equipe vocacional, o serviço de despertar vocações, em qualquer lugar e ambiente, mas de modo especial, nas escolas e na catequese. Acompanha os vocacionados em visitas aos seminários, promove encontros vocacionais, retiros, formação, engaja nos grupos de jovens e nas pastorais vocacionais, estabelece correspondência com os vocacionados, realiza atividades promocionais para ajuda financeira, visita às famílias dos candidatos.

Neste sentido elencaremos algumas etapas que poderão ajudar na formação de uma equipe de animação vocacional em sua paróquia:

1 – Procure o pároco para uma conversa e exponha para ele a sua intenção de começar o trabalho vocacional em sua paróquia já que será o primeiro e imediato responsável para o surgimento e incentivo do SAV na paróquia e em suas várias comunidades e capelas.

2 – Comece chamando outras pessoas para esta pastoral. Pessoas dispostas e de vivência de Igreja. Procure chamar pessoas bem diferenciadas como, por exemplo: pessoas casadas, solteiras, rapazes, moças, seminaristas e religiosas se houver. Se possível, tenha representantes das diferentes pastorais, associações e movimentos, pois todos os grupos organizados na Igreja têm uma dimensão vocacional a ser desenvolvida.

3 – Criem o costume de rezar pelas vocações. Inicie o seu trabalho vocacional incentivando as pessoas de sua comunidade a rezar pelas vocações. Deste modo você, aos poucos, irá criar uma espiritualidade vocacional, que muito ajudará o desenvolvimento dos trabalhos da sua equipe. Como sugestões de atividades que podem ser desenvolvidas na área da oração temos: missa vocacional mensal; hora santa vocacional; na ocasião da quaresma via-sacra vocacional; estudo bíblico vocacional; retiros vocacionais; divulgar textos com orações pelas vocações; organizar grupos de famílias para rezar pelas vocações; vigílias eucarísticas vocacionais, etc.

4 – O grupo tem que ser dinâmico e criativo. Comece as reuniões e procure planejar as atividades que serão desenvolvidas. Preparar tudo com muita antecedência. Como sugestões, temos: Cursos, catequese vocacional, breves apelos em celebrações litúrgicas, caminhada vocacional, festivais vocacionais, concurso de cantos e poesias vocacionais, programa de rádio, visitas às escolas, encontros vocacionais (despertar), divulgação de panfletos em ocasiões especiais, gincana vocacional, preparação das ordenações e votos das religiosas com tríduos e hora santa, etc.

5 – Momentos especiais: 1) Incentive o Dia Mundial de Oração pelas Vocações, celebrado no quarto domingo da Páscoa – Dia do Bom Pastor. Assim, providenciar com antecedência uma cópia da carta que o Papa anualmente dirige a toda a Igreja nesta data. Estudar a carta principalmente com todas as pessoas responsáveis pela pastoral vocacional e organizar, se possível, vigília de orações na véspera como também hora santa vocacional; 2) Anime, com especial empenho o mês de agosto como mês dedicado às vocações. Trabalhem para que as celebrações ganhem espaços para a questão vocacional como, por exemplo, nas preces dos fiéis, nos comentários, etc.

6 – Desenvolva regularmente promoções para ajudar na formação dos seminaristas. Procure seu pároco para saber qual a cota mensal que sua paróquia foi convidada a colaborar. Lembremos que nossa diocese vêm há tempos insistindo na colaboração mensal da OVS através de um carnê de pagamento espontâneo.

7 – Oportunamente facilite o encaminhamento dos vocacionados ao pároco ou ao responsável pela pastoral vocacional da diocese àqueles que manifestarem o desejo de assumirem as vocações específicas da Igreja.
The script allows you to talk your students through the super power senses of spiderman ultra hearing, ultra seeing, breathtaking article to learn homework helper ultra touching, ultra smelling and ultra sense all while sitting quietly and relaxed in your classroom.